Peças e formas de as obter

A invesigação que fizeram permite-vos conhecer as formas de obtenção de peças através da deformação plástica do material de que a mesma é feita. Seria, por vezes interessante que as peças fossem obtidas por deformação elásticas, já que se poderia refazer a peça, ou transformá-la noutra, sem que daí resultasse a utilização de novos materiais. Enfim, seria como se as peças fossem feitas de plasticina... (procurem dar continuidade a este texto referindo formas de produção de peças por deformação plástica)

2 Comments:

  1. Mário said...
    Pode-se obter peças através de:Processos de deformação plástica de chapa.
    Quinagem
    Estampagem
    Calandragem
    Fluo-torneamento
    Corte por arrombamento
    e de:
    Processos de deformação plástica na massa.
    Forjamento
    Extrusão
    Laminagem
    Corte por Arrombamento

    Características do processo:
    Corte de chapa, barra, tubo ou perfis.
    Geralmente, a espessura máxima de corte para chapa de aço é: 6-8 mm.
    Corte a frio (a morno para espessuras elevadas ou materiais frágeis).
    Taxas de produção elevadas (com alimentador).
    Resistência mecânica do material das peças “inalterada”.
    Precisão dimensional e acabamento bons.
    Custo baixo (função da série de fabrico).
    João Cunha said...
    A partir de uma perspectiva atômica, a deformação plástica corresponde à quebra de ligações com os átomos vizinhos originais e em seguida formação de novas ligações com novos átomos vizinhos, uma vez que um grande número de átomos ou moléculas se move em relação uns aos outros; com a remoção da tensão, eles não retornam às suas posições originais, diferentemente do que acontece na deformação elástica.

    João Cunha

Post a Comment